“Educadores não são feitos, educadores nascem”

734123_293231984140238_395057654_n

Pato Donald no país da Matemágica

PATO DONALD NO PAÍS DA MATEMÁGICA

Este é um video super legal para trabalhar com a Geometria. Como devemos fazer a abordagem no Ensino Fundamental I. Aprender a observar o mundo e todas as formas que existem nas coisas. Além de perceber a matemática na música e também nos jogos!
Vale a pena conferir!!!

Dindim, o mascote da Oficina das Finanças

foto(1)

 

Este é o Dindim, nosso mascote!!! Escolhemos uma borboleta por ter a credibilidade de ter feito a metamorfose e superado os limites de uma lagarta. Acreditamos que Educação Financeira da Oficina das Financas possibilita essa transformação e ampliação dos limites. A ideia é poder ir onde quisermos!

Apresentam a coleção de Educação Financeira na Escola

montagemcapas

Coleção de Educação Financeira na Escola – 2013

Apresentações,

10 ao 5o Ano

Professor Dr Cristiano Alberto Muniz – Educador matemático FE-UnB,

Presidente da Sociedade Brasileira de Educação Matemática.

“A presente proposta pedagógica de Educação Financeira na Escola, uma importante inovação na educação brasileira, que vem ao encontro de demandas altamente significativas, apresenta propostas práticas, atrativas, desafiantes e de forma gradativa, introduzindo novos conceitos, ampliando outros, aprofundando percepções, sempre em contextos de significado para cada fase de desenvolvimento… A proposta é concebida, elaborada e difundida por um grupo de educadores de alta competência e experiência neste campo de conhecimento…Aprender a sonhar, planejar, realizar, se projetar no espaço das potencialidades humanas, onde o dinheiro é somente um instrumento simbólico, constitui alicerce primordial da proposta. “

 e 6o ao 90 Ano

Professora Nilza Eigenheer Bertoni – Educadora Matemática -

Doutora Honoris Causa pela Universidade de Brasília – UnB.

” Eis que chega uma obra que trabalha a educação financeira na escola, e que deve igualmente ser lida pelos pais. Todos os volumes são focados no mesmo conjunto de temas centrais, cuja abordagem e aprofundamento evoluem ao longo dos anos. Concebido por dupla formada por especialistas em formação financeira junto com matemática com décadas em formação de alunos e professores, a obra dá mostras da competência no tema e de primor didático. Ela representa um apoio essencial para o desenvolvimento dessa faceta da educação…Na obra, o tema articula-se naturalmente à ética, insere-se na interdisciplinaridade e é um forte componente da formação para a cidadania. “

Informações: silvanaiunes@oficinadasfinancas.com.br 

www.oficinadasfinancas.com.br

 

 

 

Coleção Educação Financeira na Escola – Oficina das Finanças

Lançamento dos 9 Livros de Educação Financeira – Oficina das Finanças

Autoras Carolina Ligocki e Silvana Iunes

A ideia das capas é o Mascote da Oficina das Finanças desvendando a Educação Financeira que há “por trás” do dinheiro. E,  cada ano (do 1o ao 9o), de forma crescente, mostra a beleza dos animais que estão estampados no dinheiro brasileiro.

CAPA4_ ANO1 BAIXA

CAPA1 ANO2_BAIXA

CAPA1 ANO3_BAIXA

CAPA1 ANO4_BAIXA

CAPA1 ANO5_BAIXA

CAPA1 ANO6_BAIXA

CAPA1 ANO7_BAIXA

CAPA1 ANO8_BAIXA

CAPA1 ANO9_BAIXA

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA ESCOLA

Engenhoca Educação Financeira na Escola

Engenhoca que exemplifica o método da Oficina das Finanças explicar Educação Financeira na Escola

 

Neste ano de 2012, incluí ao meu trabalho de FAZER MATEMÁTICA, em parceria com a Oficina das Finanças, um novo projeto sobre a EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA ESCOLA para o qual dispomos de um rico material didático, constando de Cartilhas de atividades para os alunos do 1o ao 9o ano, Manual para o professor, além de treinamento para a equipe de professores, com Planejamento financeiro virtual, Encontro para explicação do projeto/materiais e plataforma moodle para apoio, tira dúvidas e acompanhamento durante toda aplicação das atividades.
Sua escola poderá ser uma das pioneiras, dentro da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), ao introduzir este importante e necessário assunto, pois educação financeira é um instrumento de cidadania, inclusão social, melhoria da vida do cidadão e da estabilidade do sistema financeiro do país, preparando cidadãos conscientes financeiramente.
 Este material didático é o sonho de uma equipe que acredita no poder da educação financeira com foco na reflexão sobre valores e ética, superação de limites pessoais, no poder da ação, desenvolvimento de habilidades e preparação para o novo momento da economia familiar, nacional e mundial.
AGENDE CONOSCO UMA VISITA PARA, PESSOALMENTE,
APRESENTARMOS O PROJETO E TODO O MATERIAL COM VISTAS
A ADOÇÃO NO ANO LETIVO DE 2013.
Silvana Iunes
silvanaiunes@gmail.com
Cel: 81275321
Coordenadora Pedagógica

“Conversas sobre escola, ensino e aprendizagem de Matemática”

Interessados em Educação Matemática,
Nos dias 09 e 10, sexta e sábado próximo, a SBEM-DF realizará o 2º Seminário Brasiliense de História e Educação Matemática Nilza Eigenheer Bertoni. O tema do seminário, “Conversas sobre escola, ensino e aprendizagem em Matemática”, se desdobra em debates em torno das relações professor/estudante na aprendizagem matemática; das condições de trabalho pedagógico e a escola como espaço de formação continuada; da avaliação e o ensino da matemática no DF; de como o livro didático de matemática vem sendo escolhido e utilizado no ensino de matemática no DF e os outros recursos.
A SBEM-DF convidou professores das redes pública e particular, que trabalham na educação básica ou com formação de professores, para serem os provocadores dos debates em torno dos assuntos listados com o intuito de contribuir com a continuidade das discussões na comunidade de educadores matemáticos do DF e comunidades escolares.
A fim de possibilitar a participação de todos, está sendo cobrada uma taxa de inscrição no valor de apenas R$10,00.

Visite o site www.sbem.com, conheça a programação, faça sua inscrição e venha participar do debate

II SEMINÁRIO BRASILIENSE DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NILZA BERTONI – SBEM-DF

II Seminário Brasiliense de História e Educação Matemática Nilza
Eigenheer Bertoni – SBEM- DF

A Sociedade Brasileira de Educação Matemática – Regional DF (SBEM-DF)
vem desenvolvendo diversas atividades na área de Educação e Ensino de
Matemática, direcionadas a professores, estudantes e pesquisadores,
com o objetivo de socializar estudos e discussões de temas afins, bem
como promover trocas de experiências e intercâmbio de atividades
relacionadas à pesquisa e à formação continuada de professores. Dentre
as atividades regularmente desenvolvidas citamos: Cursos, Palestras,
Jornadas, Seminários, Ciclo de Oficinas e Desenvolvimento de Projetos
de pesquisas junto às escolas.

Em 2010, a SBEM-DF envolveu a comunidade de educadores matemáticos do
Distrito Federal e entorno em mais um evento importante: o Seminário
Brasiliense de História e Educação Matemática Nilza Eigenheer Bertoni,
que concentrou-se no estudo e análise das contribuições dessa
professora para a Educação Matemática e a influência de suas
concepções na formação de uma comunidade de educadores matemáticos.
Com este evento bianual, pretendemos constituir mais um espaço/tempo
para a análise e a reflexão acerca da importância da Educação
Matemática na melhoria do ensino-aprendizagem da Matemática no DF, da
educação básica à superior.

Nesse sentido, o 2º Seminário Brasiliense de História e Educação
Matemática Nilza Eigenheer Bertoni, assim como o primeiro, tem por
finalidade reunir professores da educação básica, estudantes de
graduação e pós-graduação, professores do ensino superior e
pesquisadores das áreas de Matemática, História da Matemática,
Educação Matemática, Pedagogia e afins, para discutir questões
relacionadas aos processos de ensino e aprendizagem da Matemática
desenvolvidos em instituições educacionais do Distrito Federal.

Nesta 2ª edição, a temática “Conversas sobre escola, ensino e
aprendizagem em Matemática” desdobra-se em debates em torno das
relações professor/estudante na aprendizagem matemática; das condições
de trabalho pedagógico e a escola como espaço de formação continuada;
da avaliação e o ensino da matemática no DF; de como o livro didático
de matemática vem sendo escolhido e utilizado no ensino de matemática
no DF e os outros recursos.

A SBEM-DF convidou professores das redes pública e particular, que
trabalham na educação básica ou com formação de professores para serem
os provocadores dos debates em torno dos assuntos listados.

Ao final e após o evento, a SBEM-DF socializará a sistematização dos
debates neste site de maneira a contribuir com a continuidade das
discussões na comunidade de educadores matemáticos do DF e comunidades
escolares.

Informações Gerais:
Período: 09 e 10 de novembro de 2012
Local: Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação – EAPE
(Antiga Escola Normal) – SGAS 907 conjunto A, Asa Sul – Brasília – DF
Tema: O Ensino da Matemática no DF – desafios e perspectivas.
Taxa de inscrição: R$10,00
Inscreva-se!
www.sbemdf.com.br

Seminário Nilza Bertoni

folder divulgação

Seminário Nilza Bertoni

Educação Matemática e Educação Financeira

Olá,

O assunto é a relação entre estes dois temas.

Neste espaço estamos sempre comentando sobre como fazer matemática no dia a dia de sala de aula e o tema Educação Financeira que, de acordo com o  ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira) é um instrumento de cidadania, inclusão social, melhoria da vida do cidadão e promoção da estabilidade do sistema financeiro do país, tem tudo a ver com  o fazer matemática.

A ascensão econômica do nosso país coloca os novos e os velhos consumidores em contato com ferramentas financeiras que muitas vezes não são conhecidas e que tem características, riscos e oportunidades que precisam ser entendidas.

De acordo com o ENEF, a criança já aos cinco anos tem contato com a noção de dinheiro por meio de gastos superficiais e doações dos pais, e, a partir dos nove anos muitas delas começam a receber mesada, o que desperta interesse em lidar com o dinheiro utilizado para gastos com entretenimento e lazer.

Esta ideia contribuiu para que a OFICINA DAS FINANÇAS elaborasse o projeto: 

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NAS ESCOLAS BRASILEIRAS DO 1o ao 9o ano

tem como objetivos de aprendizagem:

Aprender a definir e realizar objetivos.

Garantir aposentadoria de qualidade.

Aproveitar melhor as oportunidades.

Potencializar resultados.

Usar o crédito para gerar renda.

Ganhar dinheiro com investimentos

Controlar o consumo e evitar o endividamento

O Material produzido é composto de cartilhas para o 1o ao 9o ano com conteúdos e atividades práticas encadeadas de forma crescente na dificuldade e linguagem bastante acessível. Para ajudar o professor a desenvolver os temas, cada atividade contém questões para reflexão, além de potenciais matemáticos que poderão ser trabalhados envolvendo o assunto em questão.

MARQUE UM HORÁRIO pelo email (silvanaiunes@gmail.com)

PARA CONHECER O PROJETO E SUA ESCOLA SAIR NA FRENTE

NA ESTRATÉGIA QUE O BRASIL ESTÁ PREPARANDO DESDE 2008.

A Educação Matemática envolve conteúdos sobre o sistema monetário mas, acreditamos que a Educação Financeira, com foco na reflexão sobre valores e ética, superação de limites pessoais, no poder da ação, no desenvolvimento de habilidades e na preparação para o novo momento da economia mundial vai além do trabalho com o sistema monetário e ainda contribui para uma sociedade mais preparada para as oportunidades de crescimento e desenvolvimento sustentável, com cidadãos que saibam lidar melhor com o dinheiro e tomar decisões financeiras.

 

 

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 168 outros assinantes

Enquete

Você gosta de matemática?

Ver resultados

Loading ... Loading ...