Arquivos para ‘Curiosidades’ Categoria

A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA TAMBÉM AVANÇA

Brasil avança em conhecimento básico de matemática, mas continua atrás em ranking

Quadrado ou triângulo?

IMG_4849

Este quadrinho mostra uma situação muito comum no trabalho com as formas! É preciso analisar as formas tridimensionais com muito cuidado e perceber as figuras planas que estão contidas nelas. No trabalho com a geometria na Educação Infantil e no Ensino Fundamental I devemos explorar as possibilidades das figuras planas e não planas e principalmente perceber essas figuras em outras estruturas no contexto escolar, como por exemplo quadrados nas janelas, nas caixas, e onde quer que eles apareçam… É muito comum o trabalho se resumir na memorização das nomenclaturas, o que não contribui muito para a percepção e diferenciação das formas geométricas. A exploração livre de objetos, manipulando, identificando semelhanças e diferenças e nomeando as figuras que contribuirá para a construção destes conceitos. O filme O Pato Donald no país da Matemágíca” pode ajudar nesse processo!!!

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA ESCOLA

Engenhoca Educação Financeira na Escola

Engenhoca que exemplifica o método da Oficina das Finanças explicar Educação Financeira na Escola

 

Neste ano de 2012, incluí ao meu trabalho de FAZER MATEMÁTICA, em parceria com a Oficina das Finanças, um novo projeto sobre a EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA ESCOLA para o qual dispomos de um rico material didático, constando de Cartilhas de atividades para os alunos do 1o ao 9o ano, Manual para o professor, além de treinamento para a equipe de professores, com Planejamento financeiro virtual, Encontro para explicação do projeto/materiais e plataforma moodle para apoio, tira dúvidas e acompanhamento durante toda aplicação das atividades.
Sua escola poderá ser uma das pioneiras, dentro da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), ao introduzir este importante e necessário assunto, pois educação financeira é um instrumento de cidadania, inclusão social, melhoria da vida do cidadão e da estabilidade do sistema financeiro do país, preparando cidadãos conscientes financeiramente.
 Este material didático é o sonho de uma equipe que acredita no poder da educação financeira com foco na reflexão sobre valores e ética, superação de limites pessoais, no poder da ação, desenvolvimento de habilidades e preparação para o novo momento da economia familiar, nacional e mundial.
AGENDE CONOSCO UMA VISITA PARA, PESSOALMENTE,
APRESENTARMOS O PROJETO E TODO O MATERIAL COM VISTAS
A ADOÇÃO NO ANO LETIVO DE 2013.
Silvana Iunes
silvanaiunes@gmail.com
Cel: 81275321
Coordenadora Pedagógica

Educação Matemática e Educação Financeira

Olá,

O assunto é a relação entre estes dois temas.

Neste espaço estamos sempre comentando sobre como fazer matemática no dia a dia de sala de aula e o tema Educação Financeira que, de acordo com o  ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira) é um instrumento de cidadania, inclusão social, melhoria da vida do cidadão e promoção da estabilidade do sistema financeiro do país, tem tudo a ver com  o fazer matemática.

A ascensão econômica do nosso país coloca os novos e os velhos consumidores em contato com ferramentas financeiras que muitas vezes não são conhecidas e que tem características, riscos e oportunidades que precisam ser entendidas.

De acordo com o ENEF, a criança já aos cinco anos tem contato com a noção de dinheiro por meio de gastos superficiais e doações dos pais, e, a partir dos nove anos muitas delas começam a receber mesada, o que desperta interesse em lidar com o dinheiro utilizado para gastos com entretenimento e lazer.

Esta ideia contribuiu para que a OFICINA DAS FINANÇAS elaborasse o projeto: 

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NAS ESCOLAS BRASILEIRAS DO 1o ao 9o ano

tem como objetivos de aprendizagem:

Aprender a definir e realizar objetivos.

Garantir aposentadoria de qualidade.

Aproveitar melhor as oportunidades.

Potencializar resultados.

Usar o crédito para gerar renda.

Ganhar dinheiro com investimentos

Controlar o consumo e evitar o endividamento

O Material produzido é composto de cartilhas para o 1o ao 9o ano com conteúdos e atividades práticas encadeadas de forma crescente na dificuldade e linguagem bastante acessível. Para ajudar o professor a desenvolver os temas, cada atividade contém questões para reflexão, além de potenciais matemáticos que poderão ser trabalhados envolvendo o assunto em questão.

MARQUE UM HORÁRIO pelo email (silvanaiunes@gmail.com)

PARA CONHECER O PROJETO E SUA ESCOLA SAIR NA FRENTE

NA ESTRATÉGIA QUE O BRASIL ESTÁ PREPARANDO DESDE 2008.

A Educação Matemática envolve conteúdos sobre o sistema monetário mas, acreditamos que a Educação Financeira, com foco na reflexão sobre valores e ética, superação de limites pessoais, no poder da ação, no desenvolvimento de habilidades e na preparação para o novo momento da economia mundial vai além do trabalho com o sistema monetário e ainda contribui para uma sociedade mais preparada para as oportunidades de crescimento e desenvolvimento sustentável, com cidadãos que saibam lidar melhor com o dinheiro e tomar decisões financeiras.

 

 

Matemática é Infinita

poster sobre matematica

MATEMÁTICA PODE NÃO SER BICHO PAPÃO!!!

MATEMATICA BICHO

MATEMATICA BICHO

Até os dias de hoje ainda há pessoas que acreditam que a MATEMÁTICA É UM BICHO PAPÃO, mas desde os anos 80 a Educação Matemática vem propiciando inúmeras discussões  para estimular o gosto pela disciplina, tornando clara a presença dela em suas vidas, na cultura, nas ciência e tecnologias, bem como o quanto pode ser estimulante a pesquisa e as descobertas possíveis nesta área, na escola e fora dela.

Para alcançar esse objetivo basta conduzir um processo que propicie os alunos a compreenderem os procedimentos e técnicas operatórias necessárias para a resolução de situações problemas desde os mais simples até os mais complexos, evitando formalismos precoces, mecanização de algorítmos, regras e formulas prontas.

Contribuindo ainda com esse processo, organiza-se um ambiente onde o trabalho coletivo permitirá, a partir de experiências variadas que os alunos possam explorar, fazer tentativas, comparar, rever, observar erros, corrigi-los, perguntar, ampliar as idéias de tal modo que ganhem confiança na sua capacidade de resolver as situações-problema propostas, ou seja, desenvolver habilidades cognitivas que possibilitem a construção de conceitos matemáticos que colaborem na atuação autônoma na sua realidade sócio-cultural e tornando-se assim sum SER MATEMÁTICO FELIZ!!!

 

 

 

Para refletir… Os números na vida…

Papel quadriculado


Um dia é melhor somar,

no outro é subtrair.

Tem vez de multiplicar,

tem hora de dividir.

Nossa vida é uma conta

num papel quadriculado,

tem gente que fica tonta,

sem chegar ao resultado.


Se o problema é complicado,

de difícil solução,

é melhor não dar um passo

sem ouvir o coração.



(“Se eu fosse aquilo”, Ricardo Azevedo. Para Gostar de Ler Júnior. São Paulo: Ática, 2002, p. 62-63)

History of Mathematics

DIVERSÃO

Comedia MTV – Dois dois dois

“Relato de uma professora de Matemática”

Tenho recebido este email e resolvi compartilhar por aqui…

É um email muito triste que nos faz refletir sobre a educação no Brasil e principalmente, que tipo de Educação Matemática estamos oferecendo e/ou podemos oferecer aos nossos alunos. Qual é o nosso papel neste processo? O que podemos fazer para mudar esta realidade?

Leiam e deixem seus comentários…

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia…
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas…

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.
Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
(  )SIM (  ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

7. Em 2010 já está assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder).
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.

– Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:

“Todo mundo está ‘pensando’  em deixar um planeta melhor para nossos filhos…
Quando é que se pensará em deixar filhos melhores para o nosso planeta?”

Assinar Blog

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 274 outros assinantes

Enquete

Você gosta de matemática?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...